Portuguese English French German Spanish

    posse 1 sbsi

    Os Corpos Gerentes do SBSI tomaram posse esta segunda-feira, numa cerimónia que contou com a presença de dirigentes da UGT, da Febase e de representantes das instituições de crédito. À tarde foi a vez dos elementos das Secções Sindicais.

    Os elementos da lista A – que venceu as eleições de 22 e 23 de abril – tomaram posse ontem de manhã, dia 18 de maio, em Lisboa. 

    Na cerimónia estiveram presentes muitos convidados, entre dirigentes de organizações da UGT, o secretário-geral e a presidente da central sindical, e representantes de várias instituições de crédito, bem como o presidente da Associação Portuguesa de Bancos (APB), Faria de Oliveira.

    Intervieram na sessão o secretário-geral da UGT e os presidentes dos Sindicatos da Febase presentes: SISEP, STAS e SBC. Tema comum a todas as intervenções foi a constituição de um sindicato nacional do setor financeiro, já sufragado pelos associados das organizações da Federação.

    Também Rui Riso abordou a questão, ao considerar o sindicato único uma "dinâmica imparável". "Depois de o sindicato único ter asido sufragado por todos, não há motivo nenhum para fazer parar este movimento de unificação", frisou.

    Rui Riso lembrou que o trabalho feito nos últimos quatro anos "só foi possível porque havia obra por trás", desenvolvida pelas Direções anteriores, referindo para o futuro o trabalho sempre constante de renovação do SAMS, mas "também das áreas sindical e administrativa".

    Sobre o processo de negociação do ACT, considerou "estar na altura de em cada banco haver mais de um ACT", para que outros "não engordem" à custa do trabalho e do esforço da Febase.

    Lembrando a redução de efetivos no banca, nomeadamente nas instituições intervencionadas, Rui Riso considerou ser necessário acabar com a opacidade no setor e os decisores – governos, supervisores e a DGCom – explicarem por que os bancos eram demasiado grandes e agora uma fusão entre o BPI e o Novo Banco já não é um problema.

    Rui Riso defendeu também um sistema financeiro mais transparente, que não abuse da iliteracia bancária da população.

    A sessão continuou na parte da tarde, com a tomada de posse dos membros dos Secretariados Sindicais das Secções Regionais, entre os quais tomaram posse os membros eleitos para o Secretariados de Faro e de Portimão.